Qual é a validade das cervejas artesanais?


Qual é a validade das cervejas artesanais?

A cerveja é um produto que passa por diversas transformações químicas, físicas e sensoriais durante sua vida de prateleira. Apesar disso, nem todo mundo sabe que alguns estilos de cervejas artesanais não possuem, necessariamente, um prazo de validade específico.

Neste artigo, vamos falar sobre o prazo de validade das cervejas Leopoldina, quais estilos podem ser armazenados por períodos mais longos e como ocorrem as possíveis perdas de características organolépticas com o passar do tempo. Em outras palavras, o sabor, aroma, corpo e coloração próprios de cada cerveja podem se alterar, dependendo do estilo e condições de armazenamento.

 

Como é determinado o prazo de validade?

O que determina o prazo de validade é a composição da bebida. O chamado “teste de prateleira” ocorre antes do produto ir para o mercado. Análises químicas são realizadas para estabelecer, por exemplo, quais são as bactérias que podem se desenvolver naquela cerveja, e assim, estimar sua vida de prateleira, ou shelf life, em inglês.

Consumir qualquer produto fora do prazo de validade estabelecido pode causar intoxicação alimentar. Por isso, mesmo com o efeito bactericida do álcool na cerveja, a indicação é que seu consumo seja feito antes do vencimento impresso na garrafa. Isso, porque na medida em que o tempo passa e o álcool vai evaporando, o efeito bactericida da cerveja pode desaparecer.

 

Quais fatores influenciam no prazo de validade?

Os principais fatores que influenciam no prazo de validade de uma cerveja são a exposição constante à luz solar e ao calor, alterando seu sabor, textura e aroma. É exatamente por esse motivo que as garrafas são escurecidas.

O recomendado pelos especialistas, de forma geral, é que a cerveja seja armazenada em local resfriado, com temperatura entre 7 e 12°C. Caso isso não seja possível o ideal é conservá-la na geladeira. Evitar a exposição à luz e ao calor é essencial!

 

Cervejas Leopoldina:

As cervejas pasteurizadas da Leopoldina - Pilsner, Weissbier, Witbier, Red Ale, e as Pale Ales, possuem validade de até 1 ano, quando armazenadas corretamente.

As cervejas Premium - Belgian Tripel, Russian Imperial Stout e Italian Grape Ale, por não serem pasteurizadas, passam por longos períodos em câmera fria em processo de estabilização em garrafa, o que acaba estendendo seus prazos de validade para 3 anos, com lotes mais recentes chegando até a 5 anos de validade.

Já as chamadas “stock beer” ou cervejas de guarda, como são conhecidas a Belgian Quadrupel e Old Strong Ale não têm exatamente uma validade. Quando armazenadas corretamente, podem ser consumidas em período superior a 10 anos desde a elaboração.

Particularmente, a Old Strong Ale quando é bem armazenada se comporta como um vinho - quanto mais tempo, melhor fica! No entanto, ela deve ser conservada em local escuro, com temperatura ideal entre 14 e15 graus, e umidade a 70%.

 

Para que você possa desfrutar de uma experiência cervejeira inigualável, siga as instruções de prazos de validade nas embalagens e armazene adequadamente sua cerveja de acordo com cada estilo. Depois, é só servir a sua Leopoldina preferida e relaxar!

 



Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!

Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!