Tudo o que você precisa saber sobre harmonização


Tudo o que você precisa saber sobre harmonização

Ao contrário do que muita gente imagina, harmonizar vai além de simplesmente servir uma cerveja boa com uma comida bem elaborada. Harmonizar tem a ver com combinar, equilibrar e unir elementos. Quando harmonizamos, buscamos que tais elementos “conversem” entre si. A palavra-chave aqui é sintonia.

É importante desenvolver uma linha de raciocínio que faça sentido. Ao definir o cardápio de um jantar, por exemplo, lembre-se de investigar os gostos e preferências dos seus convidados. Tendo esse primeiro passo bem delineado, suas chances de sucesso serão muito maiores.

Uma vez definidos os pratos, liste os ingredientes que serão utilizados e preste atenção em elementos específicos como o uso de gordura, temperos, texturas e cores.

A partir daí, comece a pensar nos estilos de cervejas que possam trazer maior sintonia para as suas preparações levando em consideração essas três regrinhas básicas abaixo sobre os tipos de harmonização. De quebra, ainda separamos três receitas para você experienciar na prática!

 

Harmonização por semelhança:

Como o próprio nome diz, na harmonização por semelhança, os elementos da cerveja se assemelham aos do prato. Apesar de ser uma forma simples de harmonizar, ela é bem eficaz, possibilitando combinar cores, leveza da preparação, e claro, o paladar, prestando atenção na acidez, doçura, textura, tipos de condimentos, notas frutadas, herbais e tostadas, entre outras características.

 

Exemplo: Ceviche com Witbier

Ingredientes:

200g de batata doce roxa;

1 kg de filé de tilápia sem espinhos cortado em tiras;

1/2 cebola roxa grande cortada bem fininha;

1 pimenta dedo de moça sem semente cortada em cubos pequenos;

Suco de 1/2 laranja;

Suco de 2 limões;

150ml de cerveja Leopoldina Witbier;

Sal, coentro e pimenta do reino a gosto;

 

Modo de preparo:

Limpe o peixe e corte em cubos do mesmo tamanho. Coloque o peixe em um bowl e vá acrescentando o restante dos ingredientes. Corte a batata em rodelas. Cozinhe a batata roxa até que ela fique macia e reserve. No bowl, acrescente a cebola, o suco do limão, suco de laranja, pimenta dedo de moça, coentro, pimenta do reino e sal para finalizar. O peixe vai marinar nessa mistura. Deixe na geladeira por 15 minutos.  Para montar o prato, comece com a batata doce e finalize com a mistura do bowl. Para a apresentação ficar melhor ainda, sirva em taças.

Harmonize com a própria Leopoldina Witbier!

 

Harmonização por contraste:

A ideia de contrastar os elementos desse tipo de harmonização continua sendo a busca pela sintonia. Mas nesse caso, o objetivo é potencializar certas características com a inserção de um ingrediente antagonista. Um prato doce, por exemplo, contrasta bem com uma cerveja de mais amargor. Ou ainda, pratos com mais gordura, harmonizam bem com uma cerveja de maior acidez e doçura.

 

Exemplo: Torta de limão com Session Pale Ale

Ingredientes:

1 pacote de biscoito de maisena;

3 limões;

2 colheres (sopa) de margarina;

1 lata de leite condensado.

Modo de Preparo:

Triture o biscoito no liquidificador, coloque em uma vasilha, acrescente a margarina e amasse com a mão, até o ponto de poder moldar a massa. Coloque a massa em uma forma com o fundo removível, cobrindo o fundo e as laterais, coloque no forno (fogo alto) por 10 minutos para dar uma dourada na massa, reserve.


Recheio:
Coloque em uma vasilha o leite condensado e acrescente o suco de limão (a gosto). Despeje o recheio sobre a massa. Para melhorar a apresentação, coloque raspas de limão sobre o recheio. Leve à geladeira por mais ou menos 2 horas, depois só desenformar e saborear.

Delicie-se com a harmonização do doce da torta com o amargor da Leopoldina Session Pale Ale!

 

Harmonização por corte:

A harmonização por corte ocorre quando elementos na cerveja cortam alguma característica do prato. A intenção desse tipo de harmonização é suavizar elementos. Pratos mais gordurosos, por exemplo, são suavizados na presença de uma cerveja com maior carbonatação (gás), “limpando" o paladar para uma degustação mais rica na próxima mordida.

 

Exemplo: Guacamole com American Pale Ale

Ingredientes:
1 abacate brasileiro médio (ou 4 avocados);

1 tomate grande sem sementes;

1 cebola pequena;

2 dentes de alho bem socados;

1 maço de coentro;

1 pimenta malagueta sem sementes;

Suco de 1 limão grande;

Azeite extra virgem;

Sal (a gosto).

Modo de preparo:

Amasse o abacate com um garfo, acrescente o alho socado, o suco de limão, sal e azeite a gosto e misture como um purê. Pique a cebola, o tomate e o coentro. Pique bem a pimenta. Acrescente os ingredientes picados ao "purê" de abacate. Sirva com chips e harmonize com a Leopoldina American Pale Ale!

 

O que vale é a experiência!

Em resumo, quando falamos em harmonização estamos buscando conexão e sintonia entre os elementos disponíveis na cerveja e no prato. E para quê tudo isso? Pela experiência! Pelo prazer em degustar algo diferenciado, algo que te traga uma nova perspectiva e amplie seu repertório gastronômico.

Se você gostou de aprender mais sobre harmonização, que tal colocar esse conhecimento em prática? Dê o primeiro passo adquirindo suas Leopoldinas na nossa loja virtual.



Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!

Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!