Sobremesas de Natal: qual a sua combinação preferida?


Sobremesas de Natal: qual a sua combinação preferida?

Na época mais festiva do ano, não poderíamos deixar de falar sobre harmonização. Já escrevemos sobre como combinar os diversos estilos de cervejas com pratos típicos da ceia de Natal - você pode encontrar este conteúdo aqui.

Hoje, vamos dar dicas específicas para um dos momentos mais esperados da noite de Natal: a sobremesa. Por marcar o desfecho da comemoração, a sobremesa é uma oportunidade única para coroar a noite com chave de ouro. Pensando nisso, separamos aqui duas sugestões para você harmonizar com as sobremesas típicas do Natal: a premiada Leopoldina Belgian Tripel e a Leopoldina Russian Imperial Stout.

Delicie-se com a gente neste post!

 

Leopoldina Belgian Tripel

A Leopoldina Belgian Tripel destaca-se pela elegante complexidade e surpreendente delicadeza no paladar. O estilo Tripel foi criado e desenvolvido inicialmente por monges na Bélgica. A nossa releitura respeita suas características originais, porém é elaborada com um toque de expertise enológica, passando por refermentação em garrafa com leveduras tradicionalmente usadas em espumantes.

De coloração dourada intensa, o colarinho que se forma é branco e firme, anunciando uma cerveja de corpo médio e paladar redondo. No seu bouquet, destacam-se notas frutadas típicas do estilo, envoltas por delicadas nuances de frutas secas e especiarias, resultado da maceração com sementes de coentro e cascas de laranja do céu.

É uma cerveja com teor alcoólico elevado, encoberto pela sensação aveludada adquirida com o passar de 45 dias em barricas de carvalho francês. Seu amargor é equilibrado e o final de boca é limpo, revelando sutis notas florais de lúpulo.

Com essas características, a Leopoldina Belgian Tripel harmoniza muito bem com as famosas frutas secas presentes nas ceias natalinas. Sobremesas que utilizam nozes como ingrediente base, como tortas ou bolos, também podem ser uma ótima pedida!

Se a sobremesa for elaborada com frutas amarelas, como abacaxi ou damascos, a Belgian Tripel apresenta afinidade com o frutado, além de toques condimentados e herbais.

 

Leopoldina Russian Imperial Stout

A Leopoldina Russian Imperial Stout é uma cerveja marcante e intensa. Criado originalmente na Inglaterra, o estilo caiu no gosto dos Czares Russos, pois o teor alcoólico elevado, além de favorecer a conservação durante o transporte, promovia agradável sensação de calor em meio às baixas temperaturas da região.

Sua coloração escura e baixa formação de espuma precede diferentes camadas aromáticas. Notas frutadas abrem caminho para adocicados aromas de toffee, caramelo e chocolate. Uma firme nuance de café também pode ser observada. É uma cerveja densa e aveludada no paladar, com perfeito equilíbrio entre o amargor do lúpulo com o dulçor do malte.

Os três meses de maturação em barricas de carvalho francês, seguidos pela refermentação na própria garrafa, conferem mais estrutura, complexidade e elegância à Leopoldina Russian Imperial Stout.

No caso das sobremesas de chocolate, a harmonização se dá por semelhança; já as sobremesas à base de frutas, por complementariedade ou contraste. É uma cerveja que vai muito bem com sobremesas como brownies, trufas, bolo floresta negra e tiramissú.

Vale lembrar que o estilo Imperial Stout também combina com cheesecakes de frutas (principalmente as vermelhas), pannacotta, além de acompanhar deliciosamente tortas de nozes e sorvete de creme.

Se a ideia for, de fato, fechar a noite, por ser mais intensa e cheia de nuances, a Leopoldina Imperial Stout é a sua melhor escolha!

Agora que você já sabe como desfrutar de uma ceia natalina ainda mais saborosa, adquira a sua Leopoldina sem sair de casa.

Em nome de toda Famiglia, Boas Festas!



Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!

Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!