Entenda como funciona a maturação de cervejas em barris de madeira


Entenda como funciona a maturação de cervejas em barris de madeira

Para quem degusta cervejas artesanais há pouco tempo, a maturação de cervejas em barris de madeira pode parecer uma novidade. Na verdade, trata-se do resgate de uma técnica milenar que pode influenciar no sabor e aroma da bebida, principalmente quando associada aos conhecimentos atuais dos nossos mestres-cervejeiros.

Quer saber como os barris de madeira podem trazer mais complexidade à bebida? Continue a leitura e confira como esse processo retomou sua influência e presença na produção da cerveja!

O retorno da maturação de cervejas em barris de madeira

A maturação de cervejas na madeira pode acontecer de duas maneiras:

  • barrel aged: o envelhecimento da bebida ocorre por meio do uso de barris;

  • wood aged: são usados pedaços e lascas de madeira no líquido.

Apesar das diferenças, ambos visam o mesmo objetivo: extrair características da madeira e transferi-las para os aspectos sensoriais da degustação, como o aroma e o sabor.

A ideia de resgatar esse processo se deu por conta da forma como a madeira pode alterar essas características, trazendo complexidade única à cerveja. Basta pensar como o processo já é considerado na produção de outras bebidas, como a cachaça, o uísque e o vinho.

O tempo como influenciador na maturação de cervejas

Muitos produtores têm apontado a média entre 4 meses e 3 anos de descanso nos barris de madeira. Trata-se de um tempo considerável, mas que já tem feito sucesso em diversas partes do mundo.

Nos Estados Unidos, por exemplo, a técnica tem ganhado mais espaço principalmente devido às craft beers, que inspiraram novas técnicas para diferenciar os rótulos dentro de um setor com a concorrência elevada.

Assim, com uso de barris de madeira, mais equilibrados e complexos podem ficar o aroma e o sabor da cerveja, deixando-a com características exclusivas no mercado.

O álcool também ajuda a conservar algumas características peculiares. Não é à toa que cervejas com um teor alcoólico elevado respondem melhor ao envelhecimento, como:

  • Imperial Stout;

  • Tripel;

  • Doppelbock;

  • Old Strong Ale.

Para obter um resultado diferenciado, portanto, é fundamental aliar o tempo de maturação da cerveja ao teor elevado de álcool. Além disso, outros fatores devem ser observados, como o número de vezes que o barril foi utilizado (obtendo diferentes sabores dessa extração) e o tipo de madeira.

As principais madeiras utilizadas na maturação

Ao redor do mundo, diferentes tipos de madeira são utilizados para agregar notas diferenciadas às cervejas. Entre os principais, podemos citar:

Carvalho

  • carvalho francês: aromático, pode remeter à canela, caramelo ou chocolate;

  • carvalho americano: aromas doces são extraídos dele, como baunilha e coco;

  • carvalho húngaro: podem-se extrair aromas suaves (frutas), médios (baunilha) ou intensos (caramelo e avelã).

Amburana

Mais conhecida como cerejeira, ela um característico sabor à bebida, com forte presença de baunilha.

Bálsamo

Mais comum para o envelhecimento de destilados, o bálsamo também pode ser considerado para a maturação de cervejas, trazendo o aroma de amêndoas com notas de canela.

Castanheira

A castanheira traz aromas suaves à bebida, como frutos e folhas secas.

Influências diretas e indiretas do uso de barris de madeira

Além dos tradicionais cuidados produtivos, a maturação de cervejas em barris de madeira também pode ser afetada por outros fatores, entre eles:

  • oxigenação: quando controlada, pode trazer à tona aromas e sabores desejados;

  • temperatura: saber trabalhar a temperatura permite que você acentue rapidamente os aromas da bebida ou que desenvolva as leveduras desejadas;

  • flora microbiológica: a maturação pode ocorrer de forma concomitante ao desenvolvimento de microrganismos; 

  • superfície de contato: quanto maior o contato da cerveja com a madeira, mais rápido serão desenvolvidos os perfis aromáticos desejados.

Confira os produtos da Cervejaria Leopoldina no banner abaixo:

Adquira a sua Leopoldina sem sair de casa.

Gostou de entender um pouco mais sobre o processo de maturação de cervejas em barris de madeira? Para continuar por dentro de outras novidades e curiosidades sobre a cultura cervejeira, não deixe de curtir a nossa página no Facebook!



Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!

Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!